Glória Perez diz que secretário de segurança inspira 'A Força do Querer'

Trama chega ao fim daqui a um mês e autora fala sobre desfechos.

Por O Dia

Falta pouco mais de um mês para 'A Força do Querer' chegar ao fim e a equipe da novela só tem o que comemorar. Os índices de audiência são os maiores dos últimos anos no horário nobre. A coluna conversou com a autora Gloria Perez, responsável por colocar em pauta questões atuais como segurança pública, corrupção e violência. "A novela mostra uma polícia ética, bem diferente da maneira como tradicionalmente é mostrada na dramaturgia brasileira. Tenho visto as entrevistas do secretário de segurança (Roberto Sá) e me baseado nisso. O Caio (Rodrigo Lombardi) fala coisas que o secretário de segurança fala", conta ela na entrevista completa que você pode ler a seguir.

Glória PerezAg. News

Estou aqui com a responsável por ter feito o brasileiro voltar a assistir novela com força, não é isso Glória? 

Eu estou adorando essa repercussão toda. Foi tudo como a gente planejou e eu queria contar uma história que levasse entretenimento, divertisse, emocionasse, e ao mesmo tempo fizesse pensar. E eu acho que nós estamos lá, então estamos todos muito felizes.

Qual segredo Glória? Você sabia que ia ser esse sucesso todo?
Toda vez que a gente faz um trabalho é isso que a gente espera, a gente caminha ao máximo para isso.

Eu vou perguntar algumas coisas, que são curiosidade das pessoas porque a gente já está na reta final, faltam 40 dias mais ou menos.
É, por aí...

Você já acabou de escrever?
Falta uma semana.

Uma semana? Então você  já sabe de muita coisa!
Mas eu não vou contar!

Eu posso chegar a algumas conclusões? Mas você não precisa falar nada. Estou vendo que a Jeiza e o Caio estão cada vez mais próximos e Zeca cada vez mais distante de Jeiza, isso é um sinal de seu caminho né?
Isso é o sinal de alguma coisa no caminho, ou o fim dele. Entenda como quiser!

Gente! Ela está cheia de mistérios… E o Rui? Fico pensando nele, vai surgir alguém pra ele? Porque a Ritinha não vai ficar com o Ruy...
É  como na vida, é muito mais interessante se você se surpreende. Eu não vou contar nada!

Mas as suas novelas, não são novelas que terminam tudo no último capítulo!
Não, não, não, não!

Tá vendo aí, já é uma dica para o telespectador!
Mas ainda faltam sete...

Mas agora vamos falar deste fenômeno, chamado Bibi! Ela é bandida por ela se associar a um bandido?
Lógico né! Ela se tornou uma bandida, depende da proporção que você ver isso, existem bandidos e bandidos.

Mas o que explica o brasileiro ter amado a Bibi e ela ter sido o grande sucesso dessa novela?
Existe um processo para isso, inclusive, chamado associação ao tráfico. Ela não é traficante, mas está sendo processada por associação ao tráfico. Isso quer dizer mesmo se ela não tivesse feito as pequenas coisas que ela fez, mas só dela usufruir desse dinheiro, já seria motivo para ela ser processada. Eu acho que o grande segredo da Bibi, que é o que faz as pessoas se mobilizarem tanto em volta dela, sendo pra amar, ou para odiar, é que a Bibi encarna aquela oportunidade perdida, aquele amor errado, aquele caminho que a gente tomou, e pensa: “Meu deus, como é que eu pude ser tão burra?”.

Glória Perez relembra campanhas sociais em novelas%3A 'Já fui chamada de louca'Divulgação / TV Globo

Exatamente, mas eu acho que ela está começando a se tocar!
Então, quando as pessoas ficam com ódio da Bibi, elas estão com ódio de si próprias, desse momento lá de traz da vida, em que escolheram algo errado.

O Rio vive uma onda grande violência! Você reportou na sua última novela, uma favela pacificada, agora a gente vive um outro momento da cidade, você acha que isso influência das pessoas verem essa violência e ficarem tão impactadas com a violência também vista na novela?
Eu acho que é para incomodar mesmo. A novela está trazendo uma polícia ética, que não é corrupta, bem diferente da maneira como tradicionalmente é mostrada na dramaturgia brasileira. Caio e Jeiza são policiais acima de qualquer suspeita e eu estou mostrando isso. E isso pra mim é o que é o importante mostrar agora, porque a força do tráfico é a dificuldade da nossa polícia real de lidar com este assunto, sem ter condições pra isso. Eu tenho visto as entrevistas do secretário de segurança e tenho baseado nisso. O Caio fala muitas coisas que o secretário de segurança fala

É mesmo?
Você já reparou?

Já, eu reparei que você usa muitas noticiais verdadeiras!
Mas eu falo, até porque eu fiz o Alemão pacificado. A polícia entra, abre o caminho. Mas quem tem que entrar é o estado. Se o estado não entrar, tudo volta a ser o que era antes... E foi o que aconteceu no Alemão, foi aquela esperança das pessoas de terem resgatada a sua cidadania, de terem sido integradas a sociedade... O estado não entrou e tudo voltou a ser como era antes. Então essa é a mensagem, e é uma mensagem muito clara".

A Bibi vai ser punida então?
Não sei. Tudo pode acontecer na vida...

A Ivana, ela vai ficar gravida?

Sim! Ivana pode ficar gravida, porém não quer dizer que essa gravidez, vá adiante, porque isso é para mostrar que as pessoas tem dificuldade (o trans), ela começou a tomar o hormônio,  tem umas características masculinas, mas ela tem o útero, ela ainda tem o corpo de uma mulher.

Entendi, só uma mensagem final para quem curte 'A força do querer', o que pode esperar para esses próximos 40 dias?
Amor! Muito mais emoção do que até agora vocês estiveram. Acompanhe a gente, vocês não vão se arrepender não.

Glória PerezReprodução Internet