Por lais.gomes

Silvana Oliveira, mãe de Ludmilla, passou por maus bocados no voo 904 da American Airlines que ia do Rio para Miami na noite de domingo. Ela esperou as portas da aeronave fecharem e foi para um lugar vazio. Porém, um comissário teria pedido para que ela se retirasse porque ele havia prometido que outra pessoa sentaria no local. De maneira rude, o comissário disse que chamaria o comandante e, depois, que Silvana seria expulsa da aeronave. Ludmilla disse que a mãe já procurou seus direitos e vai processar a empresa. "Ela sempre vai na executiva, mas dessa vez não tinha lugar. O racismo é muito presente na vida da gente", falou à coluna.

Ludmilla e a mãeReprodução Internet



Você pode gostar