Órgão Especial rejeita denúncia contra promotor

Ele foi acusado de violar sigilo processual

Por O Dia

Rioo - O Órgão Especial do Tribunal de Justiça decidiu, agora há pouco, rejeitar a denúncia do procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, contra o promotor Bruno Lavorato. O placar foi elástico 19 a 4. Lavorato foi denunciado sob a acusação de quebra de sigilo funcional numa grande operação da Polícia Civil para prender oito acusados de derrubar um helicóptero da Polícia Militar na Cidade de Deus, em novembro do ano passado.

Lavorato era o promotor que pediu os mandados de prisão à Justiça. Mas também teria autorizado à assessoria de comunicação do Ministério Público a divulgar a nota sobre o assunto. O que provocou revolta nos agentes que investigavam o caso. Porém, os desembargadores entenderam que não houve dolo nem culpa.