Bando armado com fuzis causa pânico em trem

Traficantes obrigaram maquinista a manter composição parada até que percorressem todos os vagões

Por O Dia

Rio - Domingo, por volta das 10h, traficantes armados de fuzis invadiram um trem do ramal de Belford Roxo assim que a composição parou na estação do Jacarezinho. Passageiros apavorados se jogaram no chão. Eles contaram à coluna que o maquinista foi obrigado a manter a composição parada até que o bando percorresse todos os vagões.

Parecia que caçavam policiais, pois não assaltaram ninguém. A operação durou cerca de cinco minutos. Terminada a blitz, liberaram o trem. Pouco antes, na altura de Triagem, o tráfego foi interrompido por causa de um tiroteio.

Em nota, a Supervia informou que não tem registro dessa ocorrência. E que domingo, entre 11h e 12h, por medida de segurança, a concessionária interrompeu a circulação do ramal Belford Roxo em função de problemas de segurança pública nas imediações da estação Jacarezinho. A empresa alega que a segurança dentro do sistema rodoviário é de responsabilidade do estado, mas que reforça com a contratação de PMs e agentes.

Nada na delegacia

A 25ª DP (Engenho Novo) informou que não houve registro na delegacia sobre a ação dos traficantes no trem. Quem estava na composição garante que foram cenas de exposição de fuzis sem a menor preocupação com repressão. E assim, o carioca coleciona a violência de cada dia.