Justiça decide que motorista não tem vínculo empregatício com Uber

Em todo o país, a empresa já contabiliza pelo menos 46 decisões favoráveis na 1ª instância e nove nos tribunais

Por O Dia

Rio - Nada de vínculo empregatício. Foi o que o juiz da 26ª Vara do Trabalho, Marcelo Segal, decidiu sobre o pedido de um motorista que trabalhou para a Uber. Em todo o país, a empresa já contabiliza pelo menos 46 decisões favoráveis na 1ª instância e nove nos tribunais.