Karol Conka denuncia assédio sexual em hotel no Rio: 'Dei na cara dele'

Cantora relatou ocorrido em vídeos publicados no Instagram

Por O Dia

Karol Conka presenciou uma cena de assédio no hotel Sheraton, no Rio. Nas redes sociais, a cantora fez um desabafo e reclamou da falta de atitude da gerência do hotel. Segundo Karol, um gringo estava passando a mão em duas mulheres.

Karol ConkaReprodução Internet

"Porra, Brasil, a gente está no Sheraton, curtindo o final de trabalho pra chegarem os gringos aqui e chamarem as menina de puta e passarem a mão nelas. É o dia inteiro, é todo dia isso, gente. Ó, gringo folgado. Agora eu acho que a medida que tinha que ser tomada pelo Sheraton é a seguinte. O cara passou a mão nas meninas, fez gesto obsceno, tira o cara do local, que está todo mundo curtindo, e vai resolver pra lá. Mas estão aqui, tranquilamente, só falta dar beijinho na testa do tarado".

Carol conta que agrediu o gringo devido a falta de ação da gerência do hotel. "Pra finalizar o desfecho do gringo folgado que vem ao Brasil e acha que toda brasileira é puta,  a gerencia do hotel disse levou ele pra lá, não resolveu muito, quem teve que resolver fui eu e o pessoal aqui e acabei dando na cara dele. O pior é a galera justificar essa atitude ridícula dele falando que ele está bêbado, fora de si. Esses gringos têm que aprender, e todos vocês, caras folgados, que não importa se você bebeu ou não, têm que respeitar. Sabe o que foi pior? Quando dei na cara desse lixo, o segurança falava ‘não agrida’. Ah, então ele pode chegar aqui, passar a mão na menina, se masturbando, falando merda e eu não posso dar na cara desse lixo. Quando você se cala diante de uma situação de abuso ou agressão, você é cúmplice. Então quando você vir uma situação dessa, reaja, faça alguma coisa, não fique do lado do agressor, por favor". contou Karol.