DUPLA traição

Por O Dia

A vida de Renato (Renato Góes), em 'Os Dias Eram Assim', da Globo, passará por um novo turbilhão - recentemente, ele descobriu que é o verdadeiro pai de Lucas (Xande Valois), o filho de Alice (Sophie Charlotte), de 13 anos. Só que dessa vez, o médico ficará sabendo que a mulher, Rimena (Maria Casadevall), espera um filho que não é dele, mas do irmão, Gustavo (Gabriel Leone). "Se eu acredito em amor, eu tenho que perdoar", diz o pernambucano de 30 anos.

Renato, o intérprete, diz que qualquer revolta do seu personagem seria uma atitude egoísta, já que ele precisa rever os "danos" causados por ele na companheira nos últimos cinco anos. "Por saber que eu estou à sombra de uma mulher (Alice), que a qualquer momento pode vir atrás e eu posso balançar. Estar em um país que não é o dela, longe dos pais e de todos, com um cara (Gustavo) que ela vê ali livre como ela, com aquela sede de vida que eu tinha, de amor, de conquistar as coisas como eu tinha quando cheguei no Chile, de repente ela enxerga nele uma paz, um respiro".

MUTO ROMÂNTICO

Apontado como affair da atriz Maria Casadevall, de 30 anos - "Não estou namorando (risos)", diz Góes -, o ator é daqueles românticos à moda antiga. "Acredito que exista um amor tão resistente quanto o de Renato e Alice. Sou muito romântico. Sou desses que, quando me proponho a estar do lado de uma pessoa para viver uma história de amor, é porque no mínimo essa história pode ser verdadeira", explica ele, que já namorou as atrizes Emanuelle Araújo e Tatá Werneck.

O recifense diz que um relacionamento é muito mais do que a animação do começo. Na família, Renato conta que há vários exemplos de relacionamentos entre 10 e 15 anos. "E a maioria ainda está junto até hoje. Via sempre muita concessão, muito amor, muita parceria. Eu acredito nisso. Se eu começo um relacionamento é porque acredito que ela possa ser a mãe dos meus filhos e a pessoa com quem eu vou passar o resto da minha vida", frisa.

A história de amor entre Renato e Alice foi interrompida por forças alheias ao interesse do casal. Mais de 15 anos depois, eles se reencontraram, e a paixão reascendeu. Nesse meio tempo, o médico conheceu Rimena, que não mediu esforços para fazer o rapaz feliz. "A Rimena nunca ocupou o lugar da Alice. Acho que Rimena teve um lugar talvez até muito maior, uma mãe, uma parceria de 15 anos. Acontece que o grande amor que foi interrompido, com a história que Renato teve com Alice, não tem como dar as costas. Ele está querendo viver isso", salienta o ator, que completa: "Nunca tive uma Rimena na minha vida. Na verdade, nunca tive um relacionamento tão longo. Rimena é uma mãe, uma parceira de vida".

No capítulo de quinta-feira, Rimena, que também é médica, abrirá o jogo com o marido e dirá que o filho que ela espera não é dele. O personagem, então, acusará a mulher de ter se deitado com Gustavo por vingança. "Imagina como é descobrir mais uma mentira, nessa magnitude, vindo da única pessoa que ele nunca pensou que fosse mentir para ele?", questiona o intérprete, que não liga para o título de galã. "O título de galã eu atribuo ao personagem. Esse título não mexe nem um pouco com a minha vaidade", garante.

Com uma carreira de 11 anos na TV, Renato se resguarda quando o assunto é vida pessoal. "Claro que não posso fechar os olhos para o que está acontecendo. No momento, faço um personagem que as pessoas estão assistindo e sabem quem eu sou. O lado ruim, se tem, ainda não vivi. Trabalho tanto. Quando alguém me para e fala bem do trabalho, aquilo só me revigora", afirma.

"O fato de achar ruim a exposição você tem que se avaliar. Eu cuido disso em mim. Tanto nos meus passos quanto no tipo de divulgação que faço do meu trabalho, do que eu divulgo nas minhas redes. Se você não quer ser exposto, se aquilo te incomoda de alguma forma, que não é o meu caso, você tem que fazer algo diferente", acrescenta.

A proximidade com os atores mirins Matheus Dantas e Luiz Felipe Mello, que interpretam seu filho Valentim em diferentes fases, mexeu com o instinto paterno de Renato. Na verdade, só confirmou o que ele tem falado para os amigos mais chegados, há quase dois anos, sobre a vontade de ser pai. "Vai ter que ser a pessoa, uma vontade dos dois, mas isso é um desejo que tem em mim. Sempre tive uma relação boa com criança, e nos últimos tempos mais ainda. No último dia de gravação do Matheuzinho, eu chorei para caramba e continuei fazendo programas com ele, saindo e levando para os lugares. A capa do meu celular é uma foto minha com ele", derrete-se.

Últimas de Diversão