AINDA SEM CINTO DE SEGURANÇA

Por O Dia

O levantamento também registrou, acreditem, passageiros sem cinto de segurança. Segundo a análise feita pela concessionária de rodovias, o dispositivo é ignorado por 1% dos condutores e por 48% dos passageiros no banco traseiro. Na Espanha, o uso do cinto é praticamente universal no banco da frente, mas ainda deixa de ser usado por 21,3% dos passageiros no banco de trás.

Usar o cinto de segurança pode reduzir pela metade as chances de ferimentos fatais para condutores e passageiros que trafegam no banco da frente, e em 75% para aqueles que viajam no banco traseiro, segundo análise técnica. Há no Brasil, ainda, um alto percentual de não utilização do cinto de segurança no banco traseiro, que pode estar vinculado a uma falsa sensação de maior proteção, sem dúvida uma interpretação equivocada.

Comentários

Últimas de Automania