01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

Aliado de Aécio vai relatar denúncia

Bonifácio de Andrada votou para arquivar a primeira peça

Por O Dia

O deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) foi confirmado como relator da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), pelo presidente da Comissão de Constituição (CCJ) da Câmara, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG). Andrada, de 87 anos, é aliado do senador Aécio Neves (MG), o deputado faz parte da ala do PSDB que defende a permanência do partido no governo. Na primeira denúncia contra Temer, por corrupção passiva, o tucano votou para barrar a investigação contra o presidente da República.

A escolha de Andrada desagrada à liderança do PSDB. O líder do PSDB na Câmara, deputado Ricardo Tripoli (SP), chegou a pedir formalmente a Pacheco que nenhum de seus liderados fosse escolhido relator da segunda denúncia contra Temer. Como o partido se dividiu na primeira votação, quer evitar repetir o constrangimento que ocorreu quando Paulo Abi Ackel (PSDB-MG) assinou relatório que absolveu Temer, se alinhou ao Planalto e expôs a divisão interna.

Impopularidade avança

A popularidade do presidente Michel Temer piorou mais uma vez e chegou ao seu pior nível em setembro, apontando a quarta piora consecutiva da avaliação do governo nos levantamentos realizados pelo instituto.

Pesquisa CNI-Ibope divulgada ontem mostrou que apenas 3% da população considera o governo Temer ótimo ou bom. Já 77% consideram ruim ou péssimo; 16% avaliam com regular e 3% não sabem ou não responderam.