'Já passei por dificuldades'

Daniela Albuquerque conta que batalhou muito para ter sucesso - foi até babá e camelô - e diz que o brasileiro gosta do assunto cirurgia plástica, mostrado no reality

Por O Dia

A apresentadora Daniela Albuquerque, de 35 anos, completa 10 de carreira em 2017 e, em ritmo de comemoração, estreia neste domingo, dia 17, às 22h30, uma temporada inédita de 'Dr. Hollywood', ao lado cirurgião plástico Robert Rey, na RedeTV!. "Já fiz cirurgia plástica. Coloquei 255 ml de silicone nos seios e fiz uma rinoplastia para corrigir um desvio de septo. Se precisasse, faria sem problemas. Mas estou muito contente como sou", frisa Daniela, aos risos.

NOVIDADES NO PROGRAMA

A atração mostra a rotina de pacientes que vão ao consultório de Robert Rey, médico brasileiro em Beverly Hills, nos Estados Unidos. Nessa nova edição - a última foi exibida em 2013 -, a equipe do Dr. Rey passa a contar com um especialista em implante capilar e também um dentista. Além disso, tem destaque novos procedimentos estéticos que permitem intervenções menos invasivas aos pacientes. A vida dos médicos também terá espaço na produção.

"É um programa que sempre fez muito sucesso. O brasileiro se identifica com o assunto cirurgia plástica. Gosta de ver o antes e o depois, se envolve com os casos apresentados e ainda mexe muito com o sonho das pessoas de um dia fazer um procedimento cirúrgico e, de quebra, ainda conhece o ambiente hollywoodiano", destaca a apresentadora.

AMIZADE COM REY

Quem vê Daniela e Dr. Rey na tela não imagina que a amizade vai além da tela. "Falo sempre com ele, que está na Flórida, ajudando feridos do furação para a Cruz Vermelha. Gravamos juntos os dois primeiros programas no cenário real. Sempre que ele está no Brasil, o convido para almoçar lá em casa. É uma pessoa muito querida e adoro trabalhar com ele", derrete-se.

ALÉM DA BUSCA DA BELEZA

As cirurgias mais requisitadas, como rinoplastia, implante de silicone e lipoaspiração, terão espaço garantido. Mas dividirão o destaque com histórias de superação e recuperação de autoestima. Como o caso de uma garota que sofre de alopecia - redução parcial ou total de cabelos em uma determinada área - e recorre ao implante capilar; ou o caso de uma reconstituição dentária de uma paciente que apanhou do namorado. "Tem um homem que não é bem dotado e vai em busca de um recurso para aumentar o órgão sexual. Tem jeito para tudo, só não tem jeito para a morte", brinca a apresentadora.

VERSÃO BRASILEIRA

Daniela recorda que o programa 'Dr. Hollywood', em 2012, chegou a ter uma versão com médicos e pacientes nacionais - o 'Dr. Hollywood Brasil', mas a atração não emplacou. "O CRM (Conselho Regional de Medicina) não permitia mostrar o depois dos procedimentos, não podia fazer isso ou aquilo, não teve tanto sucesso como o programa com os médicos lá de fora. No exterior, mostram tudo. Se teve erro, mostra. A gente tinha mais liberdade. No Brasil, era mais chato, os médicos tinham medo de ter a licença médica cassada ou serem perseguidos", lembra. A solução encontrada pela emissora foi reprisar a versão gringa. "Virou um 'Chaves' (do SBT). A gente reprisava e continuava dando audiência", vibra.

ORIGEM HUMILDE

Natural de Dourados, no Mato Grosso do Sul, Daniela batalhou muito para chegar aonde está agora. "Quando meu pai morreu, eu tinha 5 anos. Minha mãe tinha três filhos", conta ela, que foi babá, camelô e vendedora de sapatos. "Tive uma infância feliz. Mas lá em casa não tinha geladeira, a gente guardava as coisas em uma caixa de isopor", lembra. "Tudo isso me deu forças", completa.

O COMEÇO

Aos 19 anos, ela foi trabalhar como modelo em São Paulo. Quando tinha 22, conheceu Amilcare Dallevo Jr., 25 anos mais velho e um dos donos da RedeTV!. Entrou na faculdade de Jornalismo e no segundo ano começou a trabalhar como estagiária e repórter no 'Bom Dia Mulher', da RedeTV!. "Comecei não ganhando nada e depois fui remunerada. Gravava as minhas matérias e depois editava", recorda. Com o passar dos anos, a apresentadora só foi acumulando experiência e novas atrações na bagagem. "Comandei programa feminino ao vivo, fiz Carnaval, apresentei um programa de moda. Cada programa que eu fiz, aprendi muito e hoje consigo fazer reportagem de rua, moda. Já fiz matéria policial quando comecei e isso tudo me deu muita segurança para as entrevistas que faço em meus programas", garante.

A morena defende que o fato de ser muito observadora sempre a ajudou. "Consigo me dar muito bem com as coisas simples e também com as mais sofisticadas. Desde ir à feira e comer cachorro quente até falar de uma ópera em Paris", aponta.

MATERNIDADE E BOA FORMA

Mãe de Alice, de 5 anos, e Antonella, de 2 - ambas do casamento com Amilcare -, Daniela afirma que é muito maternal. "Ainda estou vivendo a maternidade. Então, troco fralda e cheiro a leite (risos). Por enquanto, estou supersatisfeita. Pode ser que, mais para frente, tenha vontade (de ter outro filho), mas agora não", entrega. Para manter a boa forma, faz pilates e musculação. "Comecei no final do ano passado a fazer muay thai. Estou adorando. Trabalha o reflexo e a concentração. Me sinto como aquelas atrizes de séries de luta dando socos e chutes", brinca Daniela, que também é atriz.

Galeria de Fotos

Dr. Robert Rey e Daniela Albuquerque no 'Dr. Hollywood' Divulgação/RedeTV!
Daniela Albuquerque Reprodução
Daniela Albuquerque e Dr. Robert Rey no 'Dr. Hollywood' Divulgação/RedeTV!
Daniela Albuquerque Reprodução
televisão, fundo, capa d google
A apresentadora Daniela Albuquerque Divulgação/RedeTV!

Últimas de Diversão