Programação da Disney: um atraso para o SBT

Por O Dia

Sobre esta tormentosa questão da venda de horários nas emissoras de TV, se a Record tem a igreja disfarçada, o SBT procede da mesma forma com a faixa das manhãs de domingo, além da Disney todo santo dia, com os prejuízos de audiência que são pertinentes. Não tem como. É sempre o preço deste dinheiro. Aliás, o caso do contrato da Disney é um dos maiores mistérios da TV, desde que foi assinado. Um assunto que só diz respeito ao dono Silvio Santos. Parece que vai até a metade do ano que vem, mas nem sobre isso existe alguma certeza.

Os prejuízos, sim, são conhecidos e não são de agora.

O 'Domingo Legal', entre as principais vítimas, nunca mais conseguiu se colocar em condições de disputa com o concorrente 'Domingo Show', da Record, que esperta, mas indecorosamente - em flagrante desrespeito aos clientes - paga todos os seus breaks comerciais ainda durante a exibição da Disney. Número de ligados lá embaixo.

E, depois segue sem fazer intervalos frente ao fragilizado programa do Portiolli. Briga ingrata. Esta é só mais uma entre as tantas equações - a da entrada do dinheiro fácil, mas caro - que ninguém sabe como resolver. Guardadas as proporções, a Disney é a igreja que o SBT não tem.

Últimas de Diversão