Por

E se ontem aqui se falou da preocupação do dono Johnny Saad em se colocar ainda mais à frente do destino da Bandeirantes, hoje se pode afirmar que, mais do que nunca, há o interesse de meter mesmo o dedo na ferida. Além da TV, mudanças importantes estão previstas nas emissoras de rádio.

Você pode gostar
Comentários