por dentro do festival

Fã de Justin Timberlake, Didi Wagner conta que show do ídolo foi o único que fez questão de assistir ao vivo, e revela tietar sempre o Skank, que é "pé no chão"

Por Gabriel Sobreira

Imagina participar do maior festival de música do mundo, o Rock in Rio, ficar cara a cara com astros da música e ainda receber para isso. Moleza? Só que não. "Muitas vezes, eu fico reclusa e relegada ao estúdio e acompanhando pelo telão. Vejo menos o show de quem está ali no festival. Aproveito muito pouco do festival (risos), mas amo o meu trabalho", derrete-se, aos risos, Didi Wagner, a apresentadora do Multishow, que garantiu a liderança do horário nos três dias de evento.

FÃ DE TIMBERLAKE E SKANK

A única vez nessa edição do Rock in Rio que a loura pediu para não ver um show pelo telão, e sim ao vivo, foi quando Justin Timberlake se apresentou. "Se eu tivesse a oportunidade de tirar selfie com ele, teria pedido. Mas ele é do tipo de artista que nem abre essa possibilidade com bastante segurança. Quem eu sempre tieto são os caras do Skank, que são educados, gentis, pés no chão e, acima de tudo, parceiros", frisa. "Ver uma apresentação da lateral é uma parcial percepção do show, apesar de olharem como uma posição privilegiada e um ângulo diferenciado. Mas como o som é projetado para frente, da coxia do palco não se tem o retorno do som que é ideal", lamenta ela, cujo nome de batismo é Adriana.

PREPARAÇÃO ROCK IN RIO

A maratona de sete dias do festival exigiu uma preparação especial por parte do time de apresentadores do Multishow. "Passamos por um workshop de três dias. Normalmente, no primeiro dia, são coisas mais técnicas, como vai ser, quantas pessoas estarão na Cidade do Rock, a dinâmica de horário da TV e apresentação no YouTube. Nos outros dias, trocamos informações sobre as bandas e cada apresentador traz o que sabe. Montamos a pauta juntos, assistimos a alguns vídeos e entrevistas. É uma divertida imersão pré-Rock in Rio", conta, animada.

APOIO DA FAMÍLIA

Casada há 19 anos com o empresário Fred Wagner, Didi é mãe de três meninas: Júlia (7 anos), Luiza (11) e Laura (13). Para se dedicar integralmente ao festival, a apresentadora tem uma tática infalível. "Deixo tudo muito estruturado para sair de casa para trabalhar, eu tenho um tempo para me programar, deixar tudo ajeitado", explica. E ainda elogia o maridão. "Ele é um superparceiro. Me ajuda bastante", entrega, apaixonada. Didi conta que as filhas curtem bastante ir a festivais, mas elas nem pediram para acompanhá-la. "Elas sabem que estarei trabalhando, que não estarei totalmente disponível para elas. Sempre vamos em shows em família", salienta.

PRÓXIMA VIAGEM

Com passagem pela MTV, Didi está no Multishow desde 2006, mesma época em que estreou o seu programa 'Lugar Incomum', que segue firme e forte na grade do canal. "Em outubro, viajarei para a República Tcheca para gravar mais uma temporada. Há dez anos, estive em Praga com meu marido, mas dessa vez vou esmiuçar tudo", comemora ela, que fala inglês e francês. "E arranho um portunhol", acrescenta. Quem tem mais passaporte carimbado: Glória Maria, Zeca Camargo ou Didi? "Difícil competir com a Glória Maria. Ela é a rainha, é incrível", afirma.

Aos 41 anos, a apresentadora conta que vira e mexe causa surpresa no público que a encontra nas ruas. "As pessoas dizem: 'achava que você estava viajando' (risos). Gravamos oito episódios e ficam no ar por dois meses, fora as reprises. Então, é muito comum ouvir isso", diverte-se. "Devem achar que sou uma péssima mãe porque me veem viajando o tempo todo. A culpa é da reprise", brinca.

JOGO DE CINTURA

Aliás, rir de si mesma é o mote de Didi. Ela vibra com o fato de nesses três primeiros dias de Rock in Rio não ter cometido nenhuma gafe. "Mas ainda dá tempo. Tem mais quatro dias pela frente. Tudo pode acontecer", diverte-se. Certa vez, durante uma cobertura em uma outra edição do festival, a apresentadora chamou algumas vezes a banda americana de punk pop One Republic pelo nome da boy band britânica e irlandesa One Direction. "Estava ao vivo. O Rodrigo (Pinto, colega de apresentação) aproveitou o intervalo para me corrigir. Foi um fofo. Quando voltamos ao ar, eu cantei 'That it's Too Late to Apologize' (em tradução livre, do inglês, é como 'É tarde demais para se desculpar') - trecho da música de One Republic -, falei da minha gafe e bola para frente", lembra Didi, com muito bom humor.

Galeria de Fotos

Didi Wagner e a produção do Multishow Reprodução
Rock in Rio, Capa D Divulgação/I Hate Flash
Didi Wagner Andre Bittencourt/Multishow
Didi Wagner com o marido, Fred Wagner Reprodução
Didi Wagner e Pabllo Vittar Reprodução
Didi Wagner com as filhas Laura, Luisa e Julia Reprodução
Didi Wagner Reprodução

Comentários

Últimas de Diversão