Faltou pimenta para esquentar

A banda Red Hot Chili Peppers fechou o último dia do Rock in Rio com um show curto e protocolar

Por RICARDO SCHOTT

Fechando o último dia de Rock in Rio 2017, os Red Hot Chili Peppers fizeram um show protocolar. Nada que servisse para animar os que não são muito fãs - a plateia permaneceu apática e cansada em músicas da banda que definitivamente não marcaram época, como a quilométrica 'Sir Psycho Sexy', 'Power Of Equality' e 'Right On Time', nenhuma delas tão boa assim que justificasse a não inclusão de 'Scar Tissue', 'Suck My Kiss', 'Dani California' e outras. Para compensar, teve 'Go Robot', 'Californication', 'By The Way', que deram uma animada.

O show foi curto (1h30), e a atuação de Josh Klinghoffer na guitarra mais uma vez deu saudade de John Frusciante... Enfim, o eterno ponto fraco dos RHCP (a bipolaridade entre canções excelentes e balanços que não vingam) marcou a noite. Rolaram referências bacanas em determinados momentos do show, como a versão do grupo para 'Now I Wanna Be Your Dog', dos Stooges, e Klinghoffer puxando na guitarra a introdução de 'Menina Mulher da Pele Preta', de Jorge BenJor, reconhecida e cantada pelo público.

COLEÇÃO DE HITS

Num dia especial para a geração que começou a descobrir o rock entre os anos 1990 e 2000, o Capital Inicial abriu o Palco Mundo prometendo um apanhado de hits "dos longos anos de rock'n roll da banda". Foram de músicas mais recentes como 'O Bom, o Mau e o Indiferente' a hinos do grupo nos anos 1980, como 'Independência' e 'Fátima' (um original do Aborto Elétrico, primeiro grupo de Renato Russo, que Dinho Ouro-Preto contou no palco ter ouvido aos 16 anos e "não sabia que existia rock assim em português").

O Offspring, que tocou no Palco Mundo depois do Capital, sofreu com dois males: o cantor Dexter Holland anda precisando se cuidar para manter o pique nos shows, e o Palco Mundo de 2017 chega ao fim sem que ninguém resolva seus problemas de som. Em cada momento do show, algum instrumento ficava com som baixo, quando isso não acontecia com a voz de Dexter - nas laterais do palco, ficava tudo inaudível em vários momentos. O grupo jogou para a plateia e só mandou hits, incluindo 'Why Don't You Get a Job', 'The Kids Aren't Alright' e 'Americana'. Quem queria ouvir hits da fase menos pop do grupo, como 'All I Want', 'Come Out And Play' e 'Bad Habit', saiu satisfeito.

Na sequência, o 30 Seconds To Mars subiu no palco, liderado pelo cantor e ator de Hollywood Jared Leto. Como já havia feito no show de 2013, ele deslizou pela tirolesa. Jared ainda chamou cerca de 40 fãs para subirem no palco em 'Do or Die', e ainda teve uma participação do rapper Projota com Jared e sua banda em 'Walk On Water'.

Galeria de Fotos

Rock in Rio - THE OFFSPRING - Sexto dia no palco Mundo do festival de música na Cidade do Rock na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. Apresentação da banda The Offspring. Membros: Noodles, Greg K., Pete Parada, Dexter Holland, Atom Willard. Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia Daniel Castelo Branco/Agência O Dia
Rock in Rio - RED HOT CHILI PEPPERS - Sexto dia do festival de música no palco Mundo na Cidade do Rock na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. Apresentação da banda Red Hot Chili Peppers.É uma banda de rock dos Estados Unidos formada em Los Angeles, Califórnia. Integrantes: Anthony Kiedis, Flea, Chad Smith, Josh Klinghoffer. Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia Daniel Castelo Branco/Agência O Dia

Comentários

Últimas de Diversão