01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

Fora da zona de conforto em novela de época

Por O Dia

A Globo, a partir da gestão de Silvio de Abreu na direção de teledramaturgia diária, passou a organizar ainda mais a ordem de suas novelas e em todas as faixas de horário. Um planejamento a perder de vista, só alterado em casos excepcionais, como o que envolvera 'A Lei do Amor' e 'Velho Chico' por causa das eleições municipais de 2016. Dentro deste contexto, hoje, também virou algo muito normal um último capítulo de novela ser exibido segunda-feira ou a estreia acontecer terça ou quarta - exceção à faixa das 21h.

E agora, como mais uma quebra de conceitos, a faixa das 19h, em 2018, voltará a receber produções de época com a estreia em janeiro de 'Deus Salve o Rei', estrelada por Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine, mocinha e vilã, respectivamente. Em se tratando de histórias do tipo, nessa faixa, com castelos, reis e princesas, a última e principal referência atende por 'Que Rei Sou Eu?', de 1989, escrita por Cassiano Gabus Mendes. Depois, de triste memória, mas aí já atirando literalmente no universo do faroeste, 'Bang Bang'(2005), de Mario Prata.

Na Globo, muita gente observa como uma aposta bastante arriscada o retorno de roteiros de época às 19h, até pela sequência de contemporâneos por ali. De qualquer forma, torna-se necessário elogiar sua postura em sair da zona de conforto e oferecer um produto diferente ao horário. O resultado, bom ou ruim, será simplesmente consequência do que for colocado no ar.