01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

a produção local em debate

Festival reúne companhias para apresentações e debates no Sesc Nova Iguaçu. Na unidade de Meriti, Cia Cerne encena a peça 'Mães de UTI'

Por O Dia

O Sesc RJ apresenta e debate a produção de artes cênicas na Baixada Fluminense nas unidades da região, neste fim de semana. Em destaque, o trabalho dos artistas ligados à Rede Baixada em Cena, uma ação coletiva que articula 18 grupos de teatro para a circulação de espetáculos. Um deles, a Cia Cerne, apresenta a peça 'Mães de UTI', amanhã, no Sesc São João de Meriti. Já no Sesc Nova Iguaçu, acontece a 16ª edição do 'EncontrArte Encontro de Artes Cênicas da Baixada'. Durante o festival, que terá encenações de companhias do Rio e de São Paulo, profissionais do setor vão discutir a economia criativa que envolve a produção teatral no país.

Hoje, como parte do 'EncontrArte', a Trupe Investigativa Arroto Cênico, de Nova Iguaçu, apresenta o espetáculo 'Borra'. O texto trata das relações conflituosas entre oito personagens que têm seus destinos cruzados dentro da cela de um presídio. Amanhã, a atração é o espetáculo 'Em Um Lugar Chamado Lugar Nenhum', do Grupo Raíz. A peça conta uma história de amor que mistura fábula e realidade e busca inspiração na literatura de cordel.

Ainda amanhã, no Sesc São João de Meriti, a peça 'Mães da UTI' apresenta o resultado de uma pesquisa da Cia Cerne sobre prematuridade extrema, bebês nascidos antes dos seis meses de gestação. A peça foi concebida a partir de entrevistas com mães e aborda, na fronteira entre ficção e realidade, as dores, angústias e alegrias por que passam as mulheres que fazem da UTI neonatal o seu lar, enquanto acompanham o desenvolvimento de seus filhos.

No domingo, o festival apresenta 'As Pelejas de Severino em Busca do Boi Suvaco', espetáculo repleto de elementos da cultura do Nordeste.