Renovação de Gugu com a Record está mais difícil

Por O Dia

Gugu e Record estão diante de um impasse, situação de tal modo embaraçada, que o bom juízo nos leva, por enquanto, a ainda não apostar nada em relação ao ano que vem. Não é informação, só opinião: do jeito que tudo caminha, a hipótese mais provável é que não haverá renovação. Para em dezembro.

O programa atual do Gugu, por incrível que pareça, não tem nada a ver com o Gugu. Existe até um esforço por parte de todos os envolvidos, mas nunca deu liga. Não há identidade. Para começar, o auditório, que sempre fez parte da sua vida, hoje tem como única função bater palmas para os merchandisings. No mínimo, estranho.

O Gugu, como um dos poucos que sobraram, Fausto, Silvio, Luciano, Raul e olhe lá, é um cara de palco. Aquele que fala com a plateia. Isso deixou de acontecer. E se a Record acha que colocá-lo para tocar um formato vai resolver, como o da Xuxa com o 'Dancing Brasil', pode tirar o cavalo da chuva. Não é a dele. E nem ele irá aceitar.

Comentários

Últimas de DMulher