Escolas ficam mais caras até 7%

Pais de alunos de estabelecimentos particulares já recebem boletos para matrícula com reajuste

Por O Dia

Os pais de alunos de escolas particulares precisam se preparar para o aumento da mensalidade anual de 2018. Para isso, eles devem organizar o orçamento doméstico, pois o acréscimo deve ficar em torno de 7%, bem acima da inflação de 2,46% registrados pelo IPCA, nos 12 meses terminados em agosto.

De acordo com a Federação Nacional das Escolas Particulares, as escolas levam em conta a planilha de custo dos colégios do ano seguinte para reajustar os valores das mensalidades. Dentro desse planejamento, o dissídio dos professores, investimentos em infraestrutura e melhoria da instituição são pontos necessários para estabelecer o acréscimo, argumenta a entidade.

"Os pais precisam buscar a escola que mais se aproxime da sua situação financeira. Eles devem marcar uma reunião com o diretor, explicar e encontrar alternativas como uma bolsa, desconto, uma isenção da matrícula ou mesmo uma condição especial para pagar as mensalidades. Além disso, é importante economizar com despesas em excesso, pois a realidade inflacionária faz encarecer a escolas. Também deve ter aumento das vans escolares", explica o especialista em Educação Financeira, Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros e do canal Dinheiro à Vista.

A designer gráfica Flávia Beiral, 44 anos, tem dois filhos em escola particular. Ela recebeu o contrato para o ano que vem com os novos valores da mensalidade da filha, que tem 3 anos. Houve acréscimo entre 5% e 6%. "Até agora chegou o reajuste da creche da minha filha. O que acontece é que a cada ano com o aumento do preço, a qualidade de vida vai diminuindo. A gente abre mão de atividades de lazer, pois a Educação dos nossos filhos deve vir em primeiro lugar", afirma.

A roteirista de televisão Izaura Teixeira Barbosa, 50,recebeu o contrato com o reajuste de 7% da escola do filho, que cursará o Ensino Médio."Recebi a programação com os novos valores. A matrícula, por exemplo, deve ser feita dia 28 deste mês e pagando à vista sai com desconto. Evitamos gastar com uniforme, que comprávamos todo ano, e já fizemos pacote de desconto semestral que dá 12%", diz.

Comentários

Últimas de Economia