Comércio prevê 71 mil oportunidades

Interessados nas chances devem incrementar currículo e se preparar para entrevista

Por O Dia

Quem pretende conseguir uma vaga temporária com a chegada da festas de fim do ano terá boas oportunidades, segundo dados da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem). A previsão é de mais de 27 mil oportunidades nos quatro meses que antecedem o Natal no estado. Já para dezembro, o número deve ultrapassar 7 mil chances. A expectativa de abertura de postos é 5,5% maior se comparado ao mesmo período do ano passado.

A previsão de vagas temporárias em todo o país, só em dezembro, chega a 115 mil oportunidades, apresentando recuperação de mais de 6 mil postos de trabalho. Das chances previstas para dezembro no Brasil, 20% deverão ser para primeiro emprego de jovens e 5% podem se tornar vagas efetivas.

O coordenador do MBA em Gestão de Processos do Ibmec/RJ, Luiz Fernando Barbieri, dá dicas aos candidatos para a hora de concorrer a uma vaga. "O primeiro item para tentar a vaga temporária é ter bom currículo. Ainda é documento para a triagem. É necessário que seja objetivo, sem passar de uma página e ter ordem de apresentação contando a sua trajetória. Não pode esquecer que precisa transmitir o resultado que gerou nos empregos anteriores", diz.

Em segundo lugar, o candidato precisa estudar a empresam, ter informações a respeito. "O contratante vai olhar de maneira diferente a pessoa que conhece a companhia", orienta.

Por último, deve estar preparado para a entrevista. "Saber contar a história de sua vida profissional é fundamental. A empresa quer saber se o trabalhador é proativo e comprometido com o trabalho", comenta.

Barbieri ressalta para o cuidado que o candidato deve ter com a roupa. "Saber qual é o estilo para a vaga é outro item necessário. O contratante vai saber se você tem perfil do negócio dele".

Galeria de Fotos

Geraldo Serenário, 77 anos, e Romeu da Conceição, 60, foram contratados por rede de varejo Divulgação
A estudante Lívia Andrade tentará uma vaga temporária de fim de ano. Com a oportunidade, ela pretende ajudar nas despesas de casa Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Comentários

Últimas de Economia