Mais um round da briga entre Neymar e Cavani

Brasileiro teria pedido saída do uruguaio. Direção do PSG marca reunião para hoje

Por O Dia

A situação entre Neymar e Cavani está tão insustentável, que o brasileiro teria pedido aos dirigentes do Paris Saint-Germain para negociar o uruguaio tão logo seja possível. A informação é do jornal catalão 'Sport'.

Os dois se desentenderam no domingo por causa da cobrança de um pênalti em partida contra o Lyon pelo Campeonato Francês. Neymar pediu para bater, mas Cavani disse não - e perdeu a cobrança. No vestiário, os dois teriam discutido e só não saíram no tapa porque Thiago Silva separou.

O 'Sport' argumenta que o objetivo de Neymar o grande astro do PSG é mostrar seu poder nos bastidores. "Neymar já demonstrou a Nasser Al-Khelaifi (dono do PSG) que sua convivência com Cavani é totalmente impossível, e pediu que o uruguaio seja negociado. O cenário ideal seria durante o mercado de inverno, mas, como Cavani já jogou a Champions, ficam reduzidas as possibilidades de surgir um comprador de primeiro nível. Dessa forma, a venda poderia ocorrer somente no fim da temporada", informa a reportagem.

URUGUAIO ISOLADO NO GRUPO

O jornal catalão ressalta que Neymar tem o total apoio entre os brasileiros do PSG, além de contar com a outra estrela do time, o atacante Mbappé, ex-Monaco, o que deixou Cavani ainda mais isolado.

Ontem, o jornal francês 'Le Parisien' publicou que o dono do PSG convocou uma reunião para hoje com os dois jogadores, o treinador Unai Emery e o diretor de futebol Antero Henrique. A ideia é ainda tentar contornar o mal-estar entre Neymar e Cavani.

Comentários

Últimas de Esporte