FLAMENGO

Por O Dia

DIEGO ALVES: Seguro nas poucas vezes em que foi exigido pelo frágil ataque da Chapecoense. NOTA 7

PARÁ: Foi muito aplicado na marcação e também no apoio ao ataque. NOTA 7,5

RÉVER: Mesmo sem muito trabalho, teve uma atuação segura. NOTA 7

JUAN: Sempre bem posicionado, esbanjou categoria e foi muito bem em todas as divididas. Ainda foi à frente para fazer o terceiro gol. NOTA 9

TRAUCO: A mesma desenvoltura na defesa e no apoio ao ataque. NOTA 7

CUÉLLAR: Fez uma de suas melhores atuações com a camisa do Flamengo. Bem na marcação e insinuante na frente. Polêmica à parte, estava bem posicionado para fazer o primeiro gol do Flamengo. NOTA 8

WILLIAN ARÃO: Forte na marcação, ainda se aventurou na frente com a habitual eficiência, como no lance em que fez o segundo gol do Flamengo. NOTA 7,5

DIEGO: Mesmo pouco inspirado, lutou muito e tentou ditar o ritmo do Flamengo. NOTA 8

VINÍCIUS JUNIOR: Entrou no fim e pouco apareceu. SEM NOTA

BERRÍO: Voluntarioso, demonstrou muita vontade e a correria de sempre para levar o Flamengo à vitória .
NOTA 7

GABRIEL: Entrou e não deixou o ritmo do Flamengo cair em momento algum. NOTA 7

GUERRERO: Presença constante no ataque. Lutou muito, esbanjou disposição nas divididas e criou boas jogadas ofensivas. NOTA 8,5

LUCAS PAQUETÁ: Entrou e ainda teve tempo para fechar a vitória com belo gol. NOTA 7,5

EVERTON RIBEIRO: A habitual correria, mas poderia ter finalizado mais vezes à meta da Chapecoense. NOTA 6,5

Comentários

Últimas de Esporte