ADAPTADO E À VONTADE, CUÉLLAR, ENFIM, DIZ A QUE VEIO

Por O Dia

Em meio a partidas decisivas, Cuéllar finalmente começa a se encontrar no Flamengo. Contratado com status de jogador de seleção, o colombiano demorou a atender às expectativas e, por, isso, perdeu espaço com Zé Ricardo. Agora, sob o comando de Reinaldo Rueda, o volante parece mais à vontade.

Estou me sentindo como o cara que veio para o Flamengo, quando foram me procurar na Colômbia. Vim para o Flamengo por ser um jogador selecionável e pelo nível que mostrei. Infelizmente não tive muitas oportunidades no ano passado. Procuro fazer o meu melhor. Dentro de campo estou ajudando o time. Não posso cair de nível", afirmou Cuéllar que, seja na bola ou na conversa, mostra falar a mesma língua que o técnico.

"Muito mais fácil para os que falam espanhol compreender as coisas que ele fala. Para os brasileiros complica um pouco mais, mas tudo está sendo bem entendido. Os atletas estão fazendo esforço para entender o treinador. É difícil ser estrangeiro, e nós tentamos ajudá-los na tradução", completou.

Comentários

Últimas de Esporte