CRISE AFETA A SELEÇÃO FEMININA

Por O Dia

A crise da seleção brasileira feminina de futebol se agrava a cada dia. Ontem foi a vez de a volante Fran anunciar que não vestirá mais a Amarelinha, em protesto contra a demissão da treinadora Emily Lima, na semana passada. Anteriormente, Cristiane e Rosana também já haviam anunciado que não jogariam mais pela Seleção. A expectativa é que outras jogadoras sigam o mesmo caminho nos próximos dias. Amargando a nona colocação no ranking da Fifa a pior da história , a Seleção feminina voltará a campo somente em abril de 2018, pela Copa América, sob o comando do técnico Vadão, contratado dois dias depois da demissão de Emily Lima.

Comentários

Últimas de Esporte