WERDUM SOFRE PUNIÇÃO NOS EUA

Por O Dia

Ex-campeão dos pesos-pesados do UFC, Fabrício Werdum prestará serviços comunitários em Las Vegas à comunidade LGBT por causa de um xingamento homofóbico durante um evento com a imprensa dos Estados Unidos. A iniciativa partiu da organização do UFC depois de o brasileiro chamar o peso-leve Tony Ferguson de 'Maricón' ao discutir com o americano. Em entrevista ao site Combate.com, Werdum se retratou: "Em momento algum a minha intenção foi ofender a comunidade LGBT. Na minha opinião, todos são iguais", disse o lutador.

Comentários

Últimas de Esporte