Furacão Maria mata 15 pessoas em Dominica

Por O Dia

Pelo menos 15 pessoas morreram depois da passagem do Furacão Maria por Dominica, pequena ilha no Caribe que ficou devastada pelo ciclone. O primeiro-ministro Roosevelt Skerrit indicou haver 20 desaparecidos. "Não fomos a todas as cidades, e será um milagre se não tivermos outros mortos", assinalou.

A ilha foi atingida segunda-feira, quando Maria estava no máximo de sua potência, a categoria 5 da Escala Saffir-Simpson. "Foi extremamente violento. É pior do que uma zona de combate", frisou Skerrit.

Desde então, a ilha, que fica perto dos departamentos franceses de Martinica e Guadalupe, está praticamente isolada, e várias cidades são acessíveis somente por mar ou helicóptero. "Não há mais água, nem eletricidade, as comunicações são muito limitadas, em geral por WhatsApp, porque as linhas fixas estão cortadas", contou o primeiro-ministro. Inclusive o governante teve que ser ajudado pelos socorristas depois que o teto de sua casa foi arrancado pelo furacão.

Maria segue rumo ao norte e deve atingir hoje as ilhas de Turks e Caicos, como categoria 3.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência