MEMÓRIA DO DIA

Por O Dia

Édson Fabiano e Geraldo Guilherme da Silva foram mais duas vítimas contaminadas com césio 137 que chegaram de Goiânia ao Rio, em outubro de 1987, para se tratar no Hospital Marcílio Dias. Os dois desembarcaram de um bandeirante da FAB no Aeroporto Santos Dumont, onde duas ambulâncias os aguardavam. Mais de cem pessoas foram contaminadas na tragédia que se seguiu depois que dois catadores de materiais recicláveis abriram um aparelho de radioterapia, em 13 de setembro de 1987, há exatos 30 anos.