MEMÓRIA DO DIA

Por O Dia

Não foi pagamento de promessa o fato de o polêmico e midiático Carlos Imperial, produtor, ator e diretor, entre outras atividades, carregar uma cruz pelas ruas do Centro do Rio, em abril de 1983. À época político e líder do PDT na Câmara de Vereadores, ele quis, com seu gesto, criticar os gastos que supunha excessivos (e que já haviam sido cortados) com a encenação da Via Sacra no Rio, dirigida por Aderbal Júnior. Achou a cruz abandonada no Largo da Misericórdia e a levou até o plenário da Câmara como forma de reforçar sua posição.

Comentários