Dureza sem fim para o funcionalismo

Por O Dia

Como disse o governador Pezão, ao se referir à recuperação fiscal do estado de "ajuste duro", pergunto: para quem, Pedro Bó? Para os servidores, sim. Você e seus comparsas nunca ligaram para os servidores e, para serem 'duros', tinham de usar as azuis, não é? Teve servidor perdendo tudo, morando nas ruas até conseguir um abrigo! E o senhor declarou, ao falarem de desconto, disse: "No meu,não!" Enquanto isso, os servidores senhores e senhoras passando privações, devendo, não pagando aluguel, sendo despejados. Vi na quarta feira o senhor Rodrigo Maia a chorar (coitadinho!). Esquecemos que às custas de sacrifício dos servidores, e ele, preocupado com ajuste fiscal, se submetia à chantagem do Seu Michel, que exigia sem pensar no servidores, fazendo exigências. O "governador" se submeteu, não pensando no servidor.

William Teixeira

Jabour

Últimas de Opinião