Segurança se planeja

Por Evaldo Valladão Presidente da Acad. Bras. de Engenharia de Segurança do Trabalho

Com média de 700 mil registros de acidentes de trabalho e 2.500 óbitos, por ano, o Brasil ocupa o quarto lugar no mundo nessas ocorrências, atrás somente da China, Índia e Indonésia. Isso traz grandes prejuízos de todos os níveis, diretos e indiretos para o país.

A produção é fator de crescimento da empresa, onde o objetivo é a obtenção de um bem que, acabado, possa através de sua qualidade e preço ocupar o mercado desejado. Mas, sem qualidade, não haverá produtividade e lucratividade. E, portanto, poderá produzir muito com prejuízo.

Quando do planejamento para a instalação de uma organização, é feita uma pesquisa de mercado para a obtenção da devida consciência da possibilidade de sucesso no nicho que abraçará e a demanda reprimida que possa ser suprida. Com base nessas observações iniciais, a empresa buscará o aporte financeiro para a sua instalação e o capital de giro que venha a atender a todas as suas necessidades.

De forma direta, uma organização, para a obtenção máxima de níveis de produtividade, quer:

1. Planejar as instalações, o processo de industrialização e do produto acabado para atender à demanda, objetivada na facilidade de recepção da matéria-prima, através de uma conta corrente com os fornecedores, onde haverá um estoque racionalizado, do atendimento ao escoamento;

2. Projetar instalações hígidas, onde abrasividades e riscos inerentes à produção estarão levantados, analisados e controlados, inclusive o descarte de resíduos de forma segura.

3. Promover uma produção otimizada, com a máxima fluidez possível, no tocante à obtenção de um processo mais eficiente pautado em um menor número homem-hora, com maior rendimento da matéria-prima e dos equipamentos e máquinas.

4. Primar pela manutenção preventiva das instalações industriais e prediais, antes da corretiva.

5. Desenvolver rotina de treinamento para os colaboradores no sentido de manter o homem certo no local adequado e bem treinado.

6. Integrar as famílias dos colaboradores nos interesses da organização.

Em nenhum momento até aqui nada foi falado de segurança e saúde no trabalho, porém cada ponto apresentado é umbilicalmente ligado ao nexo causal das doenças ocupacionais e dos acidentes. A segurança no trabalho é parte integrante da estratégia para se alcançar a produtividade.

Comentários

Últimas de Opinião