Modernização para a saúde

Por Tércio Kasten Presidente da Confederação Nacional de Saúde

A Confederação Nacional da Saúde desde o princípio se mostrou favorável à Reforma Trabalhista. A Lei 13.467/2017, sancionada pelo presidente Michel Temer, traz importantes avanços para a modernização das relações de trabalho no Brasil, através da manutenção dos direitos alcançados e ampliação dos mesmos aos trabalhadores, em respeito a sua vontade e melhores condições.

A CLT, criada em 1940, em meio a uma guerra mundial, é, sem dúvidas, uma das legislações brasileiras mais faladas, mais estudadas e, infelizmente, menos conhecidas. São nada menos que 900 artigos, sendo que muitos já passaram por atualizações. Mas nunca houve uma reforma que fosse tão significativa, principalmente para os profissionais de saúde.

Vale lembrar que, em 2013, o estudo 'Uma verdade universal: não há saúde sem profissionais', da Organização Mundial da Saúde, revelou que o Brasil possui um número bem expressivo de trabalhadores da área: a cada 10 mil habitantes, trabalham 81,4 profissionais de saúde. Ou seja, somos responsáveis por grande parte da economia. A recente aprovação da Reforma Trabalhista causará no curto e médio prazos grande satisfação nestes milhões de profissionais que lutavam, há décadas, por melhorias fundamentais, como a jornada de trabalho '12 x 36'.

Já se tem comentado que a nova legislação não resolverá todos os problemas econômicos do país. Mas, claramente, dá passos importantes rumo à competitividade e a segurança jurídica nas relações de trabalho.

Atualmente, a CNS possui oito federações e 90 sindicatos de saúde em atividade no país. Nosso objetivo é unir forças em todos os estados em que possuímos representação a fim de promover a nova legislação. Os benefícios alcançados com as melhorias impostas será um divisor de águas para os prestadores de serviço da saúde. Como principal consequência, teremos profissionais mais satisfeitos e engajados, e isso se traduzirá em um atendimento de qualidade e excelência para a população.

Comentários

Últimas de Opinião