Escolas sem aula, casas sem luz e UPA fechada

Por O Dia

Durante a operação de ontem, 3.100 alunos ficaram sem aulas. Moradores também ficaram sem luz e a UPA permaneceu fechada. Comerciantes não arriscaram a abrir suas lojas. Quem mora na Rocinha e precisou sair de casa, relatou os intensos tiroteios de domingo.

"Foi muito tiro. Tive que ficar debaixo da cama, pois os disparos acertaram as paredes lá de casa. Foi um momento de terror", contou um aposentado que não se identificou. Na comunidade há mais de 55 anos, a cuidadora de idosos Albenir Costa, 64, relembrou as horas de pânico. "Me joguei no chão e fiquei ali esperando o confronto acabar", lamentou.

Segundo a polícia, Danúbia Rangel, mulher do traficante Antonio Bonfim Lopes, o Nem, está escondida na favela. Ela foi condenada a 28 anos de prisão por associação ao tráfico e está foragida. O fato de Rogério Avelino, o Rogério 157, que atualmente gerencia o tráfico no local, ter matado homens que a protegiam teria sido o estopim do confronto, pois Nem já estaria descontente com a cobrança de taxas que Avelino estaria fazendo a comerciantes. As ordens de invasão da favela partiram, segundo a polícia, de Nem, que está em presídio federal.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro