Polícia Civil identifica 27 na invasão

Possível sucessor de Nem, conhecido como Manga, teria comandado a tentativa de 'tomar' a Rocinha

Por ASSINATURA REPÓRTER

A Polícia Civil identificou como Ramon Aleluia da Silva, o Manga, o traficante autorizado por Antonio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, para ser o seu sucessor no controle da venda de drogas na favela. Nem, que já se encontra preso, teve um novo mandado de prisão decretado por ter ordenado a invasão na Rocinha.

Manga é proveniente da Cruzada São Sebastião e teria reunido um grupo de 50 traficantes no Morro São Carlos, no Estácio, na madrugada do último domingo. Ele teria entrado na Rocinha com o uso de mototáxis, pela mata e pela rua principal, a Via Ápia.

Além dele, a polícia solicitou a prisão de outros 27 traficantes que foram identificados nos confrontos. Um deles, Edson Antônio da Silva Fraga, o Dançarino, se entregou na sede da Polícia Federal, ontem. Antes comparsas no crime, Manga agora disputa com Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, o tráfico na Rocinha.

Rogério 157 rompeu com a facção TCA (Terceiro Comando dos Amigos), tendo se declarado somente Terceiro Comando. Com isso, perdeu apoio de traficantes presos em Bangu 6 e do PCC, facção paulista. Nem teria oferecido um pagamento de R$ 100 mil para quem o matasse. Durante a invasão, no domingo, houve pelo menos duas mortes.

O Disque-Denúncia divulgou um cartaz com os principais traficantes envolvidos na guerra que ocorre na Rocinha. Recompensas de R$ 1.000 são oferecidas pelos traficantes. Já para Rogério, o programa oferece R$ 30 mil.

Ontem, a Polícia Militar divulgou o balanço das prisões e apreensões realizadas durante os cinco dias de operações na Rocinha e seus desdobramentos na cidade (São Carlos, Macacos e Vila Vintém).

Ao todo cinco homens foram presos, três criminosos foram feridos e um adolescente foi apreendido. Também foram apreendidos 2 fuzis, 8 pistolas, 8 granadas, 9 carregadores de fuzil, 2 carregadores de pistola, 65 munições de fuzil, 61 munições de pistola, 8 rádios transmissores, 2 motocicletas, 21 máquinas caça-níqueis, 29 Kg de maconha e 6.052 sacolés da mesma droga, 260 pinos de cocaína, 120 sacolés de crack e 8 frascos de lança perfume.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro