Setembro Azul tem programação

Por O Dia

Para marcar o 'Setembro Azul', movimento mundial que marca o Mês de Luta das Pessoas com Deficiência, a Prefeitura do Rio tem promovido diversas ações ao longo do mês. Uma delas é o seminário 'Setembro Azul: a Pessoa Surda e suas Potencialidades', que aconteceu ontem, véspera do Dia Nacional dos Surdos. Todas as palestras foram proferidas por surdos e traduzidas por integrantes da Central Carioca de Libras (Língua Brasileira de Sinais), no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil. O seminário foi organizado pela Subsecretaria da Pessoa com Deficiência (Subpd).

Só no ano passado a CCL atendeu cerca de 3.450 surdos. Pelo menos 350 pessoas, entre elas 15 crianças, recebem algum tipo de tratamento todo mês, no órgão. "É preciso mostrar a dificuldade que o surdo enfrenta e trazer a perspectiva da surdez para a sociedade", afirma Viviane Pinheiro. "Promover a inclusão de todos na sociedade é uma luta diária", concluiu o subsecretário Geraldo Nogueira.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro