Niterói anuncia incentivos para a produção audiovisual

Cidade quer se tornar um polo no setor

Por O Dia

Niterói deu um importante passo para se tornar um polo de produção audiovisual. Em parceria com o Ministério da Cultura, a prefeitura anunciou ontem o lançamento, em novembro, de um programa de fomento, com investimentos de R$ 6 milhões em produções audiovisuais. O pacote também prevê a conclusão do Centro Petrobras de Cinema para abrigar o primeiro museu do cinema do país, a redução do ISS para o setor (de 5% para 2%) e a criação da Niterói Film Commission, para atrair filmagens e produções. O acordo inclui ainda a criação de oficinas de formação e capacitação de profissionais da cadeia audiovisual, além da realização do Festival Internacional de Audiovisual de Niterói.

Metade da verba para o programa de fomento virá da Agência Nacional de Cinema (Ancine). Os outros R$ 3 milhões serão investidos pela prefeitura. Serão beneficiados curtas, médias e longas metragens nacionais, documentários, animação e produção de programas para tevê, além de projetos de produção, infraestrutura, desenvolvimento e exibição.

O prefeito Rodrigo Neves disse que os investimentos no setor vão gerar empregos e aumentar o turismo, tendo como retorno o aumento da arrecadação municipal. Já o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, afirmou que a cidade tem uma vocação natural para o audiovisual e já é uma referência no setor.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro