Inspiração internacional

No pacotão de atividades, Rio receberá 12 competições inéditas e atletas renomados

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Com a experiência de já ter sediado os maiores eventos do planeta a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos 2016 o Rio de Janeiro será palco, no ano que vem, de mais de 20 grandes competições de diversas modalidades, sendo 12 inéditas na cidade e até mesmo na América Latina. Por trás do 'boom' desportivo, o município espera repetir a mesma dose do ano passado e lotar os quatro cantos do Rio de turistas brasileiros e estrangeiros.

"O turismo esportivo é uma das grandes vocações da cidade e ponto crucial para a economia e lazer. Juntos, turismo, esporte e cultura, representam 14% do PIB (Produto Interno Bruto)", ressaltou o vice-presidente da Riotur, Lucio Macedo, lembrando que esportes amador, como ciclismo, skate e basquete de rua, nunca estiveram tão em evidência no município. "Além disso, nossos cenários naturais são ambientes prontos para qualquer tipo de esporte, como a Transcarioca, maior trilha urbana do mundo, e o Pão de Açúcar, que tem até 500 pontos de escaladas", completou Macedo.

Os esforços no setor, aliás, acabaram de render ao Rio, o World Travel Awards Latin America 2017 apontado como o Oscar do turismo internacional, como o melhor destino turístico esportivo do mundo. A lista esportiva do Calendário Rio de Janeiro a Janeiro, em 2018, é extensa e vai desde competições locais, como o Jogos Cariocas de Verão, de fevereiro a março, na Barra da Tijuca, até megaeventos internacionais, como o Rio Open de Tênis, no Jockey Club, na Lagoa.

Entre as competições inéditas, estão a corrida de drones, X Games (considerado os Jogos Olímpicos dos esportes radicais) e o inusitado Samba Run, onde os atletas, fantasiados, como num bloco de Carnaval, disputarão corridas. Ícones mundiais estão com presença garantida no ano que vem, como o campeão olímpico britânico Mo Farah, do atletismo, que vai competir com atletas de elite e amadores em maio, na Orla da Zona Sul.

Para o subsecretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Pedro Guimarães, a Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e a Cultura, que permite empresas que recolham ICMS patrocinem eventos esportivos profissionais e amadores, é fundamental para atrair mais investimentos na área. "Temos focado também na utilização dos grandes equipamentos, como o Maracanã, que voltou a receber jogos e turistas", lembrou.

Galeria de Fotos

A Maratona do Rio 2017 reuniu 33 mil competidores e está com inscrições abertas para o ano que vem. São três dias de evento com quatro provas no total: 42k, 21k, 10k e 6k Thiago Diz/ Divulgação
Skatistas que competiram no Parque de Madureira, neste ano, vão repetir a dose no X Games, em agosto Rogério Santana/ divulgação

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro