ERRAMOS

Por O Dia

No sobe e desce de sexta-feira, destacamos equivocadamente no sobe que o prefeito Marcelo Crivella prometeu integração entre as vans legalizadas que circulam na Rocinha e no Vidigal e o metrô. Na verdade, a iniciativa partiu da concessionária MetrôRio, que aguarda a regulamentação da prefeitura para colocar o novo valor em prática. Segundo a concessionária, o projeto já está em fase final para implantação e aguarda apenas a publicação de resolução pelo Município do Rio. Trata-se de um acordo privado entre o MetrôRio e os permissionários das vans, sem envolvimento de subsídio público. Nos três primeiros meses, os usuários vão pagar R$ 5 para usar os dois transportes, o que representa uma economia de R$ 2,90 por passagem. Após esse período, o valor da integração passará a ser de R$ 5,55. Com a medida, o passageiro economizará R$ 2,35 por viagem ou R$ 103,40 mensalmente para usar os dois transportes (média de 22 dias úteis no mês). O DIA pede desculpas à MetrôRio e aos leitores pelo equívoco.

Comentários