Nova Friburgo, a capital das flores do Estado do Rio

Cidade é a maior produtora fluminense e a segunda do Brasil. Floricultura gera receita de mais de R$ 40 milhões/ano

Por LUIZ ALMEIDA

nova friburgo cidade das flores 2
nova friburgo cidade das flores 2 - divulgação

Nova Friburgo é reconhecida como a capital da moda íntima do Brasil. A cidade da Região Serrana é também denominada a Suíça brasileira. Mas o que pouquíssimos sabem é que o município tem ainda um outro título é o maior produtor de flores do Estado do Rio e o segundo do país, perdendo apenas para Holambra, no interior de São Paulo.

Os números de Nova Friburgo, aliás, são superlativos. De acordo com a Secretaria de Agricultura, são mais de 200 produtores atuando diretamente no cultivo de flores de corte na cidade. No total, os agricultores da cidade chegam a ocupar uma área de aproximadamente 270 hectares.

São eles os responsáveis por produzir, anualmente, em torno de oito milhões de dúzias de variadas espécies de flores. Grande parte da produção de Nova Friburgo fica na localidade de Vargem Alta, região próxima ao distrito de São Pedro da Serra.

Ainda conforme a Secretaria de Agricultura, a floricultura de corte é considerada uma das atividades mais rentáveis de Nova Friburgo, gerando receita de cerca de R$ 40 milhões. Grande parte da produção é enviada para abastecer os grandes mercados da cidade do Rio Cadeg e Ceasa, entre outros.

"As principais flores de corte cultivadas são em Nova Friburgo são o crisântemo, rosa, gladíolo, chuva-de-prata, tango, áster, limonium, alstroméria, gérbera e copo-de-leite", enumera Alexandre Jacintho, secretário de Agricultura de Nova Friburgo.

O secretário ainda acrescenta que, não por acaso, a cidade realiza a já tradicional Festa da Flor, que ocorre todos os anos. Em 2017, o evento vai acontecer entre os dias 11 e 15 de outubro, reunindo diversos produtores locais.

Galeria de Fotos

nova friburgo cidade das flores 3 divulgação
nova friburgo cidade das flores 2 divulgação
Crisântemo, tango e gérbera são algumas das espécies produzidas FOTOS divulgação

Comentários