01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

'Por que tanto medo dos civis?'

Por Ignácio cano

Ignacio Cano, Coordenador do Laboratório de Análises de Violência (LAV), da UERJ
Ignacio Cano, Coordenador do Laboratório de Análises de Violência (LAV), da UERJ - Reprodução do YouTube

"É lamentável! Desfaz uma mudança da Constituição, significa que as atuações dos militares na esfera da segurança pública serão julgadas conforme critérios militares. Se o Estado acha que os militares podem agir na segurança pública, que não é a sua função, eles deveriam ser julgados por essa mesma esfera. É uma contradição para quem afirma que os militares podem ou devem agir na segurança pública que eles não se sintam capazes de serem julgados por tais critérios. É um retrocesso para a Nação, é uma época de incertezas quanto a essa separação do que são funções militares e do que são funções civis. A jurisdição militar deveria existir somente para os delitos militares, como deserção e outros. Todo delito que existe no Código Civil deve ser julgado pelo mesmo. É interessante pensar o porquê deles estarem com tanto medo de serem julgados por um tribunal civil".