01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

Resultado semelhante ao de julho

Por O Dia

Se dois terços dos 513 deputados (342) apoiarem a continuidade do processo, o Supremo Tribunal Federal (STF) poderá avaliá-lo e decidir se o arquiva ou leva a julgamento, o que afastaria Temer da Presidência por até seis meses.

Em agosto, o plenário votou pelo arquivamento da primeira denúncia (pelo crime de corrupção passiva), com placar folgado: 263 contra 227. Semanas antes, a mesma CCJ havia derrubado (por 40 votos a 25) relatório de Luiz Zveiter que pedia a continuidade do processo. O texto foi prontamente substituído por parecer alternativo de Paulo Abi-Ackel, que recebeu o aval de 41 deputados (24 foram contra), dois a mais que no resultado do início da noite de ontem.