Por

A adolescente Isadora de Moraes, de 14 anos, baleada no colégio Goyases na sexta-feira, 21, ficou paraplégica devido a uma lesão na medula espinhal, informou o Hospital de Urgências de Goiânia. A garota está consciente e respira sem ajuda de aparelhos, mas não tem previsão de alta. "A paraplegia já havia sido diagnosticada no dia de sua admissão, mas não informada até então a pedido de familiares", explica o boletim médico.

Terça-feira foi realizado culto ecumênico em homenagem às vítimas da tragédia. O local foi palco de um ataque a tiros na sexta-feira, 20, que deixou dois alunos mortos e quatro feridos. O atirador está apreendido

Você pode gostar
Comentários