Por

O comandante da UPP Caju, major Alexandre Silva Frugoni de Souza, vai continuar preso. Foi o que decidiu ontem o juiz Marco Couto em audiência realizada na Central de Custódia de Benfica. Frugoni foi alvo de uma megaoperação da Corregedoria da PM, quarta-feira.

Você pode gostar
Comentários