Política em pauta

Por O Dia

Rodolfo Medina e Marcio Garcia
Rodolfo Medina e Marcio Garcia - REPRODUÇÃO

Era Dia das Bruxas. Porém, nada de sustos. Paulo Marinho e a mulher Adriana receberam na icônica casa, tombada pelo patrimônio, projeto de Oscar Niemeyer, em torno de João Dória. Foram cerca de 200 pessoas, entre artistas, empresários e formadores de opinião. Dória estava no quinto encontro no Rio. Ao contrário da última vez que esteve na cidade, manteve um tom ameno, sem ataques pessoais. Entretanto, citou Lula e Bolsonaro, lembrando que o Brasil viveu 13 anos de populismo. Mencionou Geraldo Alckimin como grande amigo. Sobre ser pré-candidato à presidência, disse: "não sou, mas não me furto. Sou guerreiro". Mauro Mendonça e Rosamaria Murtinho gostaram do evento e disseram que é cedo para definir o voto. Discretíssimo, Marcio Garcia fez questão de adiantar sua escolha para 2018: "Acho importante (este encontro). Passamos por um momento crítico da política do Brasil. Estamos carentes de uma pessoa com discernimento. Eu já fui de direita e de esquerda. Hoje, estou nessa grande dúvida de não me posicionar em nenhum dos lados. Conheço o João socialmente e acho que ele pode ser um bom candidato. Se ele se candidatasse, teria meu voto". Rolou o burburinho que o prefeito Crivella chegaria. Mas nada dele.

Galeria de Fotos

Padre Jorjão e Maria Marinho, filha de Maitê Proença REPRODUÇÃO
Rosamaria Murtinho, João Dória e Mauro Mendonça REPRODUÇÃO
Rodolfo Medina e Marcio Garcia REPRODUÇÃO

Comentários

Últimas de Diversão