Realidade virtual no cinema

Priscila Guedes incentiva produção do gênero no Festival do Rio

Por O Dia

O Festival do Rio, que termina amanhã, alçou a cidade à capital do cinema mundial durante 11 dias. Para a cineasta Priscila Guedes, brasileira radicada na França há sete anos, esta edição tem um gosto especial. Ela é fundadora da Feel XR, única produtora no Brasil especializada em contar histórias em realidade virtual, o popular 3D.

Priscila veio ao país com o objetivo de incentivar essa cultura por aqui: participou da curadoria de filmes e coordenou o conteúdo do gênero no evento.

"Acredito que a tecnologia pode humanizar as pessoas e por isso tenho desenvolvido desde então ideias que unem a ecologia, educação e tecnologias de imersão para contar histórias", comenta a cineasta, afirmando que em 2018 acontecerá um 'boom' destas produções.

Ela encerra sua agenda na Rio Market hoje, com uma Masterclass, de 10h às 13h. Para mais informações, acesse o site do festival.

Comentários

Últimas de DMulher