Muralha se envolve agora em polêmica com a Light

Acusado de ter gato de luz em casa, goleiro nega e promete processar a empresa

Por ASSINATURA REPÓRTER ??????? ??? ?

A má fase do goleiro Alex Muralha extrapolou as quatro linhas e chegou à polícia. O goleiro se enrolou nos fios da lei, ao ser flagrado pela Light com um gato de luz em sua residência. Na inspeção realizada quinta-feira, foram encontradas outras nove unidades que também praticavam furto de luz no Condomínio Riviera do Sol, em Vargem Grande. O jogador, que mora no local há apenas dois meses, garante que vai buscar seus direitos na Justiça.

A ocorrência foi registrada na 42ª DP (Recreio). A Light encontrou ainda fraudes em outras casas, que estão em obra. "As casas têm consumo estimado de 2.500 KWh/mês e 100% dessa energia estava sendo furtada, porque nenhuma delas possuía medidor de energia. Do ponto de vista administrativo, os moradores terão que pagar por toda a energia que consumiram e que não foi registrada", afirmou, em nota, a Light. "O furto de energia é crime, com pena de até oito anos de prisão (artigo 155 do Código Penal). Além disso, prejudica o fornecimento de energia, além de causar incêndio e aumento na conta de energia", continua o texto.

Segundo a delegada Márcia Julião, a companheira do atleta, Tayrine Seifert, prestou esclarecimentos, ontem. Muralha também esteve no local. Na hora da ação, o casal não estava na residência. Uma investigação foi aberta e a delegada espera, agora, o resultado da perícia.

Muralha garante não ter cometido qualquer irregularidade. Segundo a nota divulgada pela sua assessoria, ele processará a Light, pois afirma ter mais de dez protocolos dos pedidos à companhia para regularizar a situação. "O Muralha jamais procedeu de má-fé, sempre quis tudo legalizado. As ações já estão sendo tomadas", afirmou o advogado do atleta, Aldo Giovani Kurle.

Comentários

Últimas de Esporte