Nada de cartões vermelhos contra o Chile

Expulsão no último jogo das Eliminatórias significa suspensão na estreia no Mundial

Por O Dia

Já classificada para a Copa do Mundo e com a liderança assegurada, a seleção brasileira não terá preocupações no duelo com o Chile, certo? Errado. A derradeira partida nas Eliminatórias, terça-feira, no Allianz Parque, não só servirá para manter a invencibilidade de Tite na competição (dez vitórias e um empate) como exigirá uma atuação sem vacilo dos jogadores na questão disciplinar. Afinal, se alguém levar cartão vermelho, estará fora da estreia no Mundial da Rússia.

Um desfalque por expulsão não está nos planos de Tite, que, no entanto, quer o Brasil atuando com a mesma pegada das outras rodadas. Já suspensões por acúmulo de cartões amarelos não serão levadas das Eliminatórias ao Mundial. Com isso, os pendurados Daniel Alves, Miranda, Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Neymar e Gabriel Jesus, se advertidos contra o Chile, poderão entrar em campo no primeiro jogo da Copa.

SELEÇÃO VENCE NO SUB-17

Com gols de Lincoln, do Flamengo, e Paulinho, do Vasco, o Brasil estreou com vitória no Grupo D do Mundial sub-17 da Índia: 2 a 1 na Espanha, que abriu o placar após gol contra de Wesley. A Seleção volta a campo terça-feira, contra a Coreia do Norte.

Comentários

Últimas de Esporte