Flu derrota o Avaí por 1 a 0 e põe fim a jejum

Há seis rodadas sem vencer, Tricolor respira mais aliviado depois de dormir no Z-4

Por HUGO PERRUSO

Alívio. Essa foi a sensação da torcida após a vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre o Avaí no Maracanã, o que acabou com um jejum de seis rodadas sem vencer no Brasileiro e tirou o time da zona de rebaixamento. O gol chorado de Henrique Dourado no início e o sufoco sofrido no fim aumentaram o drama, mas não apagaram a segura atuação do time de Abel Braga no primeiro tempo.

Nem parecia que o Fluminense tinha começado a partida na zona de rebaixamento. Confiantes, os jogadores tomaram a iniciativa sem medo de errar, marcando sob pressão e tocando a bola com calma. De volta à equipe após 'castigo', Wendel recebeu um princípio de vaia, mas não se abalou e foi bem. Sornoza vem retomando o melhor futebol, e os laterais Marlon e Renato deram opção de jogo. Todos bem protegidos por Richard.

Facilitou também o gol aos 13 minutos, o que deu tranquilidade ao time e à torcida. O Fluminense abriu o placar após cobrança de lateral: Sornoza chutou no travessão e, no rebote, Henrique Dourado finalizou e Juan não conseguiu tirar. O Tricolor até poderia ter feito mais pelo domínio em campo. O único chute a gol do Avaí foi de longe.

Mas até mesmo nas boas atuações há lições importantes. Apesar do amplo domínio, o Fluminense escolhia a jogada errada. Por isso, só voltou a levar perigo em um chute de Wendel, aos 40, e em cabeçada de Renato, aos 42.

Um jogo que poderia ter sido mais fácil quase se complicou por causa da vantagem mínima no placar. Inclusive, o Avaí chegou a marcar logo na volta do intervalo, mas a arbitragem marcou falta de Alemão em Cavalieri. O susto influenciou o Fluminense, que passou a dar mais espaço e ter mais dificuldade para trocar a bola, abusando dos chutões para Dourado.

SUSTO NO FIM

O Fluminense teve chances, mas desperdiçou os contra-ataques (na melhor, Marcos Junior não driblou Douglas). A torcida passou a ficar impaciente e nervosa, com medo de mais um gol no fim. Matheus Alessandro ainda chegou a ampliar aos 33, mas a arbitragem deu falta.

Quando Gum saiu e Nogueira foi chamado, a angústia aumentou: Houve vaias e gritos de "Nogueira, não". O drama cresceu com duas faltas cobradas na área numa delas, Joel cabeceou livre , mas no fim os tricolores comemoraram alividados.

Galeria de Fotos

15/10/2017 - Campeonato Brasileiro de Futebol 2017 - Jogo entre as equipes do Fluminense x Avaí, no estádio Mário Filho, o Maracanã,na cidade carioca. Foto de Alexandre Brum / Agência O Dia Alexandre Brum / Agencia O Dia
Marcos Junior tenta driblar Douglas e perde ótima chance no Maracanã Alexandre Brum / Agencia O Dia
Partida entre as equipes de São Paulo x Flamengo, válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, realizado no estádio do Pacaembu, em São Paulo neste domingo (22). Staff Images/Flamengo

Comentários

Últimas de Esporte