Vitória e alívio imediato: 3 a 1

Triunfo sobre o São Paulo alavanca o Flu à 10ª posição, a seis pontos de distância da temida zona da degola

Por HUGO PERRUSO

O Fluminense soube aproveitar muito bem o Maracanã para se afastar da zona de rebaixamento nos confrontos diretos. Depois de passar pelo Avaí, o Tricolor das Laranjeiras venceu com autoridade o São Paulo por 3 a 1, gols de Henrique Dourado, Sornoza e Robinho, com Shaylon descontando, e chegou aos 38 pontos, abrindo seis para o Z-4. De quebra, o time de Abel voltou a vencer duas partidas seguidas, o que não acontecia desde a segunda rodada do Brasileiro.

O Fluminense entrou em campo com a mesma postura que apresentou contra Flamengo e Avaí: muita vontade na marcação e organização. Contra um adversário na mesma situação, só que desorganizado e sem pegada, o time de Abel Braga teve duas chances logo no início: Marcos Junior foi travado pela defesa e Sidão defendeu chute de Scarpa.

O São Paulo cometia muitos erros e foi assim que o Fluminense chegou ao gol. Júnior Tavares colocou o braço na bola dentro da área e Henrique Dourado marcou de pênalti, aos 22. No minuto seguinte, Gustavo Scarpa fez falta não marcada em Rodrigo Caio e cruzou para Sornoza chutar de primeira e ampliar. O Flu não fazia dois gols no mesmo jogo de Brasileiro há quatro rodadas.

Os são-paulinos reclamaram muito, mas tiveram que correr atrás. O Fluminense, assim como nos outros dois jogos no Maracanã, não encaixou um contra-ataque. Menos mal que os paulistas só chegaram com perigo numa falta para fora de Hernanes.

Como aconteceu nos outros dois jogos no Maracanã, o Fluminense voltou sem o mesmo ímpeto no segundo tempo e foi dominado pelo São Paulo, que começou a rondar a área e pressionar. Só não conseguiu chutar. Ao contrário do Fluminense, com Scarpa e Marcos Junior.

Quando o Tricolor carioca conseguia equilibrar o jogo, Sornoza sentiu lesão na coxa direita e saiu. O São Paulo tomou conta do meio de campo, sem conseguir passar pela defesa tricolor, que se manteve firme e não levou susto algum. O Fluminense chegou ao terceiro gol aos 39, com Robinho batendo pênalti que ele mesmo sofreu. No fim, Shaylon ainda diminuiu.

Galeria de Fotos

De pênalti, Henrique Dourado abriu o placar da vitória que devolveu a paz ao Fluminense NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C
Nenê e Alan treinam em São Januário: confiança para buscar a quarta vitória seguida Paulo Fernandes/Vasco

Comentários

Últimas de Esporte