Flu sofre (de novo) com a escrita

Apático, Tricolor perde por 2 a 0 para a Chape e cai duas posições na tabela, a cinco pontos do Z-4

Por ASSINATURA REPÓRTER

A escrita continua. Com uma atuação apática, o Fluminense perdeu por 2 a 0 para a Chapecoense, na Arena Conda, e segue sem vencer o time catarinense em nove jogos, são três empates e seis derrotas. Pior do que o incômodo jejum é a situação do time de Abel Braga no Brasileiro: caiu duas posições e foi para o 13º lugar, com 38 pontos, a cinco do temível Z-4. Arthur e Wellington Paulista fizeram os gols que ressuscitaram o temor tricolor com o rebaixamento.

O Fluminense começou o jogo sem Douglas, Sornoza e Henrique Dourado, poupados para o Fla-Flu de quarta-feira, pela Sul-Americana. Foi a campo de branco, com uma tarja preta no uniforme, em homenagem ao meia Marlon Freitas, que jogou ontem, mesmo após a morte do pai, Itamar de Souza Freitas, no sábado, vítima de câncer. O luto tricolor, porém, ficou maior logo aos 3 minutos, quando Arthur, de cabeça, fez 1 a 0 para a Chapecoense.

Atrás no placar, o abatimento da equipe de Abel Braga ficou maior. Já a Chape, que optou por não promover a estreia do técnico recém-contratado Gilson Kleina, que teria de cumprir suspensão de quando trabalhou na Ponte Preta, tomou conta do jogo. A única chance tricolor no primeiro tempo foi com Marlon Freitas, em cabeçada, aos 32. No mais, total domínio da equipe catarinense.

Domínio que ficou maior na segunda etapa. A Chape precisou de um minuto para fazer 2 a 0 em lance confuso na área. Wellington Paulista finalizou após Gum tentar cortar escanteio batido por Reinaldo. Cavalieri, dentro do gol, empurrou a bola para fora da linha, mas o árbitro validou o lance. Luiz Antonio, aos 10, quase fez 3 a 0.

Entregue, perdido, o Fluminense só levou perigo no ataque com Scarpa, aos 30, e Romarinho, aos 37. No mais, uma atuação medíocre dos comandados de Abel Braga. Já a Chapecoense, ousada, soube se defender e explorar os contra-ataques para garantir a segunda e merecida vitória seguida na competição.

Galeria de Fotos

Com cinco partidas disputadas com a camisa tricolor, Richard conquistou a vaga de titular ao mudar características e se dedicar mais à defesa NELSON PEREZ/FLUMINENSE
O meia tricolor Gustavo Scarpa disputa a bola pelo alto com Apodi NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C
Lucas, Fluminense Nelson Perez / FluminenseFC
Reinaldo, Chapecoense Reprodução

Comentários

Últimas de Esporte