FALTA UM MATADOR PARA O VASCO

Por O Dia

O Vasco evoluiu na mão do técnico Zé Ricardo e o mérito maior está na forma como ele consegue administrar as adversidades. Pouca sorte, por exemplo, com Luís Fabiano que chegou para resolver o problema dos gols e enfrenta problemas que o afastaram da equipe. Thalles, seu substituto natural, briga mais com a balança do que com os zagueiros adversários e as demais opções não corresponderam. Nenê fica com a responsabilidade de criar e finalizar, tornando-se o alvo principal da marcação adversária.

Comentários

Últimas de Esporte