Somália: país é grande alvo de ataques terroristas

Atentado a bomba ocorrido no último sábado já é o maior da história do país

Por O Dia

O número de vítimas fatais do maior atentado a bomba da história da Somália, ocorrido no último sábado subiu para 231 pessoas, declararam autoridades locais. Outras 275 pessoas ficaram feridas.

O atendimento médico não deu conta, durante o domingo, do volume expressivo de feridos. Autoridades ainda temem que o número de fatalidades do ataque no centro de Mogadiscio, a capital do país, pode aumentar. Famílias seguem e equipes de resgate seguem vasculhando escombros no trabalho de busca por desaparecidos.

Os Estados Unidos condenaram o ataque na Somália. "Ataques covardes como este revigoram o compromisso dos EUA em ajudar nossos parceiros africanos no combate ao terrorismo", diz comunicado.

A explosão ocorreu dois dias após um encontro entre o chefe do Comando dos EUA na África e o presidente da Somália e também dois dias depois do ministro da Defesa e do chefe do exército do país renunciarem por motivos não revelados.

VÁRIOS ATAQUES

A Somália é um dos países que mais registram ataques terroristas no mundo. Os integrantes do grupo Al Shabab estão tentando derrubar o governo central, que é apoiado pela ONU e pela União Africana. Acontecem constantemente ataques a bases militares e alvos civis.

Neste ano, militares norte-americanos intensificaram ataques de drone e outros esforços contra o Al-Shabab no país.

Galeria de Fotos

US President Donald Trump speaks about the Iran deal from the Diplomatic Reception room of the White House in Washington, DC, on October 13, 2017. Trump announced he will not certify the Iran nuclear deal and warned that the US could leave the Iran deal 'at any time.' / AFP PHOTO / Brendan Smialowski AFP
Homem carrega o corpo de uma vítima do atentado na Somália AFP

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência